Terça-feira, 25 de Maio de 2010
Solidão
Aqui neste amontoado de nada,
procuro irradicar a solidão,
deste espaço escuro e frio.
Sem cortinas, olho a vidraça
esperando que sejas tu,
aquela que por ela passa.
Mas... mais uma vez,
perdido, no meio de tudo,
não vejo aquilo que sinto
e alimento a ansiedade.
Nas asas da imaginaçao,
procuro-te. Enquanto finto,
engano... a dor, a saudade.
O vazio que alastra em mim,
que até a alma me inunda,
passo o tempo... sem fim,
nesta solidão profunda.
E mesmo quando fantasio,
que estás comigo aqui,
Cá dentro sinto vazio,
Por não te poder ter a ti.




Amália Rodrigues - 1955 - Solidão


publicado por escrevernareia às 22:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 2 de Março de 2010
As minhas SMS
Tem momentos que me sinto um animal,
incapaz de reconhecer quem lhe quer bem;
Quem dá amor, carinho, sem querer mal;
Se dá de forma inteira e coração também.


publicado por escrevernareia às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Segunda-feira, 1 de Março de 2010
Sons das letras
Nem sempre a poesia são palavras
ás vezes pouco mais que sons
letras juntas harmoniosamente
simples conjugação de tons
que nos entram pelos ouvidos
por vezes tão fortemente
outras com tanto prazer
te excitam os sentidos
te penetram docemente.

Será que vou enlouquecer
com tão lindas melodias
que sinto e fico pasmo.
Pára o mundo á minha volta
esqueço a noite e o dia
rejubilo com este orgasmo.

Ânsia, medo, paixão se solta
deste meu peito apertado
desta mente em agonia,
deste corpo exausto a cair.

Sinto em cada verso um grito
um desejo tão sonhado
uma vontade esmagada
dum coração aflito.

Fecho os olhos para ouvir
o som das letras que escrevo
nelas fico aprisionado
por gosto ou necessidade
de me sentir com enlevo
sempre de som rodeado
que acalma esta ansiedade
que me deixa sonhar acordado
que me deixa matar a saudade.


publicado por escrevernareia às 12:07
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010
…Perdido

[Error: Irreparable invalid markup ('<spanstyle="font-family:verdana;">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="left"line-weigh="50px"><spanstyle="font-family:verdana;"><font-weigh="14px">Perdido.<br />Quase podia jurar,<br />Que um dia passei aqui.<br /> <br />Mas,<br />Não era este o tempo,<br />Nem esta a luz que vi,<br />Fazia escuro sem o luar,<br />Nem um palmo conseguia enxergar.<br /> <br />Por isso não te vi a ti,<br />Nem sequer por um momento,<br />E foi por muito mais tempo,<br />Tanto que nem eu sei,<br />Por quantos lugares eu andei,<br />Em todos eles te procurei,<br />Mas sempre continuei…<br /> <br />…Perdido.


publicado por escrevernareia às 23:21
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008
Tão pouco e... tanto
Tão pouco e... tanto
Chegas-te…
Mesmo sem te ver
Só de teus passos ouvir
Senti o coração a bater
A tua voz quis ouvir

Sussurrando-me ao ouvido
Um “ tudo bem “
Sem mais
Mas para o meu coração ferido
Ouvir-te
já é bom demais.


publicado por escrevernareia às 12:31
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008
Sei que hás-de voltar
Fugiste…
Deixaste-me agarrado ás lembranças
Nem o teu cheiro comigo ficou
Para me ajudar a recordar.
Tenho a alma triste de sentir
A tua ausência e falta,
Já só me resta esperar…
Enquanto uma lágrima rola;
E como a tua recordação...
Que forte dói no meu peito,
Cai e se esmaga no chão
Como se de morte fosse o leito.
Não mais implorarei tua volta
Como mendigo uma esmola.
Se verdade tinha a jura,
Para quê esta revolta?
Este grito desabrido?
Se a paixão sempre perdura
Neste amante desvalido,
Mais vale esperar tua volta
Suportar a dor deste peito ferido


publicado por escrevernareia às 12:32
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Novembro de 2008
As minhas SMS

[Error: Irreparable invalid markup ('<spanstyle="font-family:verdana;">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="left"line-weigh="50px"><spanstyle="font-family:verdana;"><font-weigh="14px">Neste lugar tão frio<br />Onde me sinto sózinho<br />Só tu preenches o vazio<br />Queria a ti estar agarradinho.


publicado por escrevernareia às 18:47
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008
Fazes-me falta
Sinto falta de ti,Sonho em ter-te a cada instante

Falta de ti...Nao sabes como és importante

Sinto...Em cada minuto que passa

Falta de ti...Um vazio que me trespassa

Sinto...Que és tudo o que eu mais quero

Falta de ti...Só por ti eu espero

Sinto...Como nao sinto de mais nada

Falta de ti...Como se nao houvesse mais nada

Sinto...Que me encheste e inundaste a alma

Falta de ti...E desde entao navego a calma

Sinto falta de ti,Como da água ou do ar...
Falta de ti
Só de ti... pra respirar


publicado por escrevernareia às 23:04
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Solidão

As minhas SMS

Sons das letras

…Perdido

Tão pouco e... tanto

Sei que hás-de voltar

As minhas SMS

Fazes-me falta

arquivos

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

ILCAO
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds
Creative Commons
Licença Creative Commons
Escrever n'Areia de To Quim Rodrigues é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.