Quinta-feira, 2 de Junho de 2011
Resgate
Abriram trincheiras,
fundas, escavadas,
em campo aberto.
Agora são valas,
fundas, inundadas,
a descoberto.
Estamos submersos,
sem poder emergir
e a cada instante,
a maré sobe.
Atiram-nos cordas,
que nao salvam,
estrangulam.
Vamos ter que lutar,
pelos proprios meios
para sair a nadar,
mas vai demorar.
Ainda nao vejo,
a bóia de salvação
e mais distante,
deve estar a mão,
que a vai lançar.


publicado por escrevernareia às 11:51
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 2 de Março de 2010
A esperança
A esperança alimenta a vida
fazendo-a menos sofrida.
Sem esperança... não amamos,
nao amando... não desejamos,
nao desejando... não vivemos
e nao vivendo... morremos.
Ou quem sabe vegetamos
talvez fingindo viver.


Fingir amar... dar e receber.
a outro homem dar a mão,
na diferença ver um irmão,
a dor do mais fraco sentir
e por ele lutar sem desistir.

Meu amigo... se assim não for,
se tu não vives por amor...
não mereces ocupar espaço.

Aprende a dar um abraço,
Vive no amor e na perseverança
E ao teu lado haverá esperança


publicado por escrevernareia às 08:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009
Entre a Lua e o Mar

[Error: Irreparable invalid markup ('<spanstyle="font-family:verdana;">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="left"line-weigh="50px"><spanstyle="font-family:verdana;"><font-weigh="14px">Caminho entre a Lua e o Mar,<br />Poucas vezes piso a terra,<br />Só para o corpo alimentar.<br />Não pertenço a esta guerra.<br />Meus pensamentos me bastam,<br />Dão-me tudo o que preciso,<br />No meu espirito eles pastam...<br />Jamais encontrarão o sizo.<br />Sonhos de loucura e amor,<br />Preenchem a minha vida,<br />Nao quero riqueza exterior.<br />Quero a alma engrandecida.<br />Quero sentir que sou amado,<br />Estar acordado e sonhar.<br />Poder ir para qualquer lado,<br />Deixar a imaginaçao voar.<br />Quero estar solto e escrever,<br />Continuar sempre imaginar,<br />A cada dia aprender e crescer<br />Todos os dias eu quero amar.


publicado por escrevernareia às 14:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 21 de Maio de 2009
Dia de aniversário

[Error: Irreparable invalid markup ('<spanstyle="font-family:verdana;">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="left"line-weigh="50px"><spanstyle="font-family:verdana;"><font-weigh="10px">Hoje acordei mais velho...<br />Mas isso é em cada dia.<br />Amigos vem festejar,<br />Como se fosse uma alegria<br />este dia de aniversário.<br />Querem que me mostre feliz<br />Pedem todos que sorria<br />Sinto-me mais velho e digo:<br />-É mais um passo para o fim<br />e nao me chamem de otário.<br />Cada um de vós vem comigo<br />nenhum se vai rir de mim.<br />-Nada disso!! alguém diz<br />-Tu estás é mais experiente!!<br />Tenta convencer-me um amigo.<br />Mas de que vale a experiência,<br />Quando chega ao fim a vida?<br />Quando os sentidos fraquejam?<br />Se pressentimos a demência?<br />E o corpo está de partida?<br />Não quero viver enganado!<br />Não me queiram ter contente!<br />Vá-se o corpo fique a alma<br />E o meu coraçao apaixonado,<br />deixai-mo sentir tão sómente<br />e minha poesia lenta e calma.<br />Aproveitar cada dia desta vida,<br />como o ultimo... resistente<br />Mas se cada dia amar e for amado<br />E se o amor cantar eloquente<br />Nunca me sentirei amargurado<br />Esperando o meu fim tristemente<br />Mesmo tendo o corpo de partida<br />Viverei minh'alma intensamente<br />Até que chegue o fim não desejado<br />E me levarem o meu corpo já finado.


publicado por escrevernareia às 23:24
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 6 de Maio de 2009
A ver o Mar

[Error: Irreparable invalid markup ('<spanstyle="font-family:verdana;">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="left"line-weigh="50px"><spanstyle="font-family:verdana;"><font-weigh="10px">Sentei-me numa pedra a ver o mar,<br />A olhar toda aquela imensidão.<br />Um casal jovem a namorar<br />Nos seus sorrisos vi a ilusão.<br />Nos seus olhos via-os trocar,<br />Juras e promessas para uma vida,<br />Que sonham longa e de esplendor.<br />Mas há que saber viver…<br />Coleccionar os momentos especiais,<br />Outros menos bons com muito amor.<br />Viver todos eles intensamente,<br />Como se não houvesse mais.<br />E a cada dúvida que surgir…<br />Não deixar que seja semente,<br />Não esperar o que está para vir,<br />Mas esclarecê-la rapidamente.<br />Com sadia discussão…<br />E partindo com confiança,<br />O outro tem uma explicação.<br />Não mates nunca a esperança.<br />Que alimenta a vossa chama<br />E que sempre a vai mantendo<br />Pois todo aquele que ama<br />Por amor pode estar sofrendo


publicado por escrevernareia às 23:39
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Resgate

A esperança

Entre a Lua e o Mar

Dia de aniversário

A ver o Mar

arquivos

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds