Terça-feira, 31 de Agosto de 2010
Pensamento do dia
Mais importante que pensares o amanhã,
é não deixares que o hoje te fuja.


publicado por escrevernareia às 07:34
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Quinta-feira, 26 de Agosto de 2010
Amor...
A ti,
Eu não peço...
Eu reçebo.

A ti,
Eu não dou...
Eu me ofereço.

Por ti,
Eu não vou...
Eu permaneço.

De ti,
Eu não espero...
Eu desejo.


publicado por escrevernareia às 12:35
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Quarta-feira, 25 de Agosto de 2010
És tu...
Tu estás no meu sonho,
Tu fazes o meu sonho.
Por ti versos componho,
A ti que és o meu sonho.
Tu que me chamas "meu amor"
Tu que comigo fazes amor
Tu que gemeste de dor
No nosso primeiro amor.

És tu...
Meu sonho...
Meu amor...


publicado por escrevernareia às 12:25
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|

Terça-feira, 24 de Agosto de 2010
Se não estás comigo...
Se não estás comigo...
Por ti, o meu coração,
Bate descompassadamente.
São suores, são desejos,
São saudades dos teus beijos.
É sentir enorme solidão...
Estando rodeado de gente.
É tremer com um arrepio...
Logo num dia tão quente.
É sentir falta: do teu cheiro,
Ter-te a mim aconchegada,
Desse teu olhar brejeiro
E da tua pele perfumada.
É ter tudo e muito mais,
É sentir que nao tenho nada.


publicado por escrevernareia às 13:27
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010
Vem...
Vem,
Não planeies a hora,
O amor vem de dentro,
E resulta se for a dois.
Ou acabará sem demora,
Se um se julga o centro.

Vem,
Rasga o calendário,
Não te rendas ao tempo,
Importa sentir,
Não queiras horário...
Vive de coração atento.

Vem,
Sente o amor e o desejo,
Não faças nada por favor,
Escuta-te a ti mesmo...
Não poupes nunca um beijo
E nem as frases de amor.

Vem,
Não ames, por imposição,
Nem para fazer o jeito.
Não há orgasmos fingidos,
Que segurem uma relação,
Se nao houver amor no peito.


publicado por escrevernareia às 09:32
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010
Saudade
Não precisas de partir,
Nem eu de me ir embora,
Para a saudade sentir.
Porque ela no meu peito mora.

Não se mede como o tempo,
Ou quando um de nós demora.
A saudade é o sentimento,
Que eu sinto a toda a hora.

A vida são apenas instantes,
Que nao devemos desperdiçar,
Parecemos seres itenerantes,
Em busca de nos encontrar.


publicado por escrevernareia às 12:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010
A quem lê...
Não me chamem de poeta,
Nem tão pouco pensador.
Sem definição completa...
Serei talvez sonhador.

Gosto das palavras pegar,
D'um jeito por vezes rude,
Deixá-las a pairar no ar,
Perceber, a sua magnitude.

Algumas são traiçoeiras...
Dessas palavras que uso,
Todas elas são verdadeiras,
Até as que me põem confuso.

Se a palavra sai do meu punho,
De um "eu", que cá dentro mora,
Pode até ser um gatafunho,
Mas nunca é uma impostora.

Importante é nao asfixiar,
Nada do que eu possa sentir.
E contigo poder partilhar,
Lágrimas e vontade de rir.

As palavras ficam escritas,
Para aqueles que podem ler.
Adivinhar por quem são ditas,
De pouco vos importa saber.

São os dias todos diferentes,
E assim tambem a minha alma,
Por instantes, mais eloquente,
Outros, adormecida e calma.

Cabe-me então a mim escolher,
Se usarei gozo ou sofrimento.
Para as palavras que escrever,
Sejam de dor, ou contentamento.

E a ti que as sabes ler,
Procura também as sentir,
Só assim as vais perceber,
E meus escritos discernir.


publicado por escrevernareia às 13:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Caminho
Foram miragens,
Campos verdejantes,
Flores de rara beleza.
E as viagens,
Plenas de instantes,
Que trouxeram riqueza.
As paisagens,
Os amantes,
Nus como a natureza.
São passagens,
De tempos distantes,
A amar com certeza.


publicado por escrevernareia às 12:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010
São tantas as palavras
São tantas as palavras
que tenho para te dizer.
Tantos os sonhos que...
quero continuar a sonhar.
São tantos os momentos,
Que contigo quero viver.
E em todos eles...
Te continuar a amar.

Mas por mais estranho...
Que a alguns possa parecer,
Não é nos sonhos que tenho,
Ou nos versos que possa fazer,
Que este amor se escreve,
Ou se dá a conhecer.

Nao há rimas nem palavras,
Para nosso amor descrever.
São anos, muitos momentos,
Que só juntos soubemos viver.

São instantes... uma vida,
Amor feito de e com paixão,
Sempre pelos dois sentida,
Com loucura, mas com razão.


publicado por escrevernareia às 12:29
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010
Há coisas que...
Há coisas que...
gosto de ter todos os dias.
Não é só comer e dormir,
acordar, escrever e sonhar.
Mas o que estou a sentir,
que me faz querer acordar.

Há coisas que...
me acontecem todos os dias.
Coisas que gosto realmente,
como ter-te aqui ao meu lado,
viver contigo intensamente.
Viver cada dia apaixonado.

Há coisas que...
se renovam todos os dias.
Como nosso amor de verdade,
Há 23 anos por nós inventado,
Vivido sempre em cumplicidade
e a cada novo dia renovado.


publicado por escrevernareia às 18:30
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Meu sonho...

Olho-a...

Espalhar versos

Desejo

Teu amor

Palavras simples

Amor natural

O tempo fica escasso

In-quotidiano

Resgate

arquivos

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

ILCAO
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds
Creative Commons
Licença Creative Commons
Escrever n'Areia de To Quim Rodrigues é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.